Muito amor para dar.

Sempre falo para minhas amigas que tá difícil encontrar o amor da minha vida, ele só pode ser de outro país e ainda não tenha vindo para cá ou até mora no Brasil, mas não cruzou meu caminho ainda. Suspiro. Estou cansada de procurar, acho que vou ficar sozinha mesmo, até pensei em virar Monja, minha maior preocupação seria meditar e ajudar ao próximo.

Esses dias eu fui num pub e conheci o Jari, um rapaz tão inteligente e manso no falar. Meu coração estava sambando de nervosa quando ele me convidou para dançar, tava tocando uma música da Pablo Vittar enquanto eu tentava imitá-lo nos passos de dança, naquele momento parecia que estávamos a sós, me senti nas nuvens, nos olhamos por um momento, me aproximei a ponto de sentir sua respiração no meu rosto e dei um beijo como aqueles de cinema, só que do nada ele parou e saiu a passo me deixando sozinha pista.

Não voltei a ver ele naquele lugar, e tudo bem, sou dama de paus, mil e uma rejeições já precisei encarar em toda a vida, sou vacinada contra esse tipo de situação, entendo que ele não me quer de verdade, acho que me afobei quando aquele beijo ele retribuiu, mas o problema não é meu.

Ontem cheguei ao pub e ele tava lá, sentado com uns amigos e quando me viu ficou nervoso, não sabia se olhava ou se fingia que não me via, segui em direção a pista e me sentei na mesa próxima ao DJ. Quando começou a tocar as músicas mais “baladinhas” fui pro meio da pista dançar e logo estava Jari vindo em minha direção, dançamos, fomos sentar para conversar um pouco e quando voltamos para a pista começou a tocar Pablo Vittar, a mesma música que tocou quando nos conhecemos, ele ficou nervoso, disse que gostava de mim mas não poderia me assumir e sem me dar chance de falar saiu em direção a porta do pub. Tudo bem, eu sabia dos riscos que estava assumindo quando aceitei conversar e mesmo assim tentei. Ele sabe que consegue me afetar mais do que a política brasileira, mas no varal do Oasis da minha vida eu ainda “estendo” muito amor para dar.  Tenho respeito por mim mesma, minha saúde vale mais que um beijo. Estou sem pressa, um dia encontro o amor da minha vida.

Texto inspirado na música Oasis de Potyguara Bardo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s