Encontros Possíveis – Valéria & Paulinho

Neste encontro a Bossa Nova de Paulinho Parada encontra a música de Protagonismo de Valéria. Dois caminhos bastante diferentes, trilhados com as suas vivências específicas, mas com algo em comum: a redenção pela música.

Mais que um encontro (ou muitos encontros vida a fora), a música tem proporcionado a estes dois grandes artistas o “estar vivo hoje” para que, juntos, celebrem essa alegria que é estar num palco para levar a sua mensagem.
Valéria, mulher, trans, pobre, negra – quatro ingredientes poderosos para se criar uma bomba fantástica capaz de destruir a própria vida e a de quem a cercasse em questão de poucos anos.

Paulinho, músico já na adolescência, aos 14 anos já frequentava os meios marginalizados em uma época em que o acesso à informação não era o mesmo de agora e o consumo de drogas, principalmente o álcool, era ainda menos “combatido”.
A música chegou para ambos como um suporte, um sonho e a meta de fazer acontecer. E deu certo, ela já está por aí ecoando em nossos ouvidos na voz de ambos!

Este show é para celebrar não só este encontro, mas todos os encontros que estes dois talentos já tiveram nessa caminhada musical. E para, mais uma vez, trazer para o público um encontro de estilos que só a música consegue fazer dar certo.
Tanto Valéria, como Paulinho, interpretarão canções autorais e outras que marcaram as suas trajetórias. Paulinho apresentará algumas canções do seu recém lançado “Onde Dorme o Sol”, além de canções de mestres que o inspirou, como Vinícius de Moraes, Lupicínio Rodrigues, Pixinguinha, etc. Valéria nos trará as canções que já estão em estúdio e, igualmente, as canções que a inspiram e que transitam pelo seu universo, como Whitney Houston, Elis Regina, Simone Mazzer, Ekena, etc.

Sobre Valéria
Nascida em Santo Ângelo e desde cedo ligada à música, começou a cantar profissionalmente (na Banda Balança Brasil) aos 13 anos. Radicou-se em Porto Alegre em 2000 e de lá pra cá tem tido o seu talento reconhecido com prêmios (venceu o Festival da Canção Francesa em 2012) e participações em shows importantes no país, como Zaz, Johnny Hooker e a abertura da turnê no Brasil da Witness – The Tour, de Katy Perry. Recentemente gravou a sua participação na nova temporada do programa Amor & Sexo, da Rede Globo, com Fernanda Lima.

A cantora, que antes assinava como Valéria Houston, passou a adotar o nome artístico de somente Valéria, para acompanhar as mudanças da nova fase de sua carreira, que assume espaços maiores no Brasil e também no exterior, tendo ela já se apresentado na França e, com frequencia, em Montevidéu.

A artista traz consigo o orgulho do passado e o olhar atento e focado nos próximos passos. Ela acaba de lançar o single Esmalte Velho, já disponível nas plataformas digitais, uma canção animada, solar, tropical que é a cara do nosso país, na onda do melhor carimbó, vinda lá do Piauí pelas mãos de Patrícia Mellodi e Alexandre Rabello, composta por uma trans piauiense, Benício Bem. Sim, negra, trans, gaúcha, cantando carimbó, pois em tempos de segregação o que Valéria e sua equipe mais querem é unir todos em uma única voz – a do emponderamento e do amor!

Participante ativa dos movimentos LGBTI+, leva com a sua arte a mensagem em defesa dos direitos humanos e de igualdade de gênero por onde quer que passe!
Seu EP de estreia Sexo Frágil?, que já está em pré-produção, contará com canções autorais assinadas por ela e também por Cláudio Lins, Paulo Renato Nardelli & Marcelo Varzea e Paulinho Mendonça (letrista da banda secos e molhados) e outros grandes compositores. E como sempre podemos esperar mais, haverá parcerias em diversas músicas com cantores que já vem se apresentando pelo Brasil com ela, como Filipe Catto, Lan Lahn, Cláudio Lins e outras boas surpresas.

Sobre Paulinho Parada
Nascido em 1989 na cidade de Porto Alegre, o cantor e compositor Paulinho Parada é formado em Música, com habilitação em composições, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e com Mestrado em Etnomusicologia, pela mesma Universidade. Começou a sua formação musical estudando piano aos nove anos de idade, quando compôs sua primeira canção popular. Suas principais referências musicais são Lupicínio Rodrigues, Chico Buarque, Astor Piazzolla, Vinícius de Moraes e Cartola, dentre outros.

Em dezembro de 2007, acompanhado por Plauto Cruz, Mário Barros e Agomar Martins, lança o CD “Minhas Águas”, o seu disco de estreia, onde direciona seu trabalho para a Música Popular Brasileira. Grava, além de composições próprias, compositores como Tom, Vinicius e Cartola. Já passou e continua se apresentando nos principais centros culturais, teatros e casas noturnas de Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo.
No ano de 2013, com apoio de leis de incentivo a cultura, lança seu segundo disco intitulado “Paulinho Parada, Expressão de Compositor”, ao lado de Elias Barboza, Thaís Nascimento, Maicon Paquetá e diversos outros músicos.

Considerado por seus professores de composição, Antônio Borges Cunha e Celso Loureiro Chaves, como sendo um “cancioneiro”, Paulinho Parada procura expressar em suas canções autorais o diálogo da música brasileira com a cultura latino americana, nos ritmos de samba, choro, bossa, milonga e outros. Suas canções dialogam com a cultura local de Porto Alegre, retratando o cotidiano da capital gaúcha e procuram apresentar, através da sonoridade e letras, a música feita nas ruas, nos bares, nas escolas e universidades da cidade, uma vez que Parada é múltiplo em seus fazeres musicais, atuando como músico prático (cantor, violonista e pianista), compositor, pesquisador e professor.

Em 2018 apresentou seu trabalho no Conservatório Central de Música em Pequim, na China e lança seu terceiro álbum, Onde Dorme o Sol, considerando este o seu maior e melhor trabalho artístico-musical até o momento, com produção de Léo Monassa.

Na percussão Mestra Alexsandra Amaral. Mestra Alexsandra se destaca por seu trabalho como a primeira e única,mestra de bateria do Brasil.Também coordena uma banda de percussão com alunos da APAE de Porto Alegre.Ela que tem seu trabalho reconhecido no Brsil e exterior,já esteve em ALondres ministrando um workshop de percussão,e se prepara para voltar a terras estrangeiras no próximo ano.

SERVIÇO:
Show Musical: ENCONTROS POSSÍVEIS – Valéria & Paulinho
Duração: 90 minutos
Local: Livraria Cultura (Auditório Eva Hertz) – Shopping Bourbon Country
Endereço: Av. Túlio de Rose, 100 – Passo d’Areia, Porto Alegre – RS, 91340-110
Dia: 08/12 – 20h
Ingressos:
R$ 15,00 – Meia entrada legais mediante comprovação
R$ 20,00 – Promo Antecipados – preço único
R$ 30,00 – No dia
Vendas: Livraria Cultura
Ingresso Rápido (on line): http://bit.ly/2BiUuma

Foto Caique Cunha / Divulgação
Texto Obatalá

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s